Astrologia e Tarô  - Visconde de Mauá

Existem na vida fases de aparente repouso, quando nada de importante acontece. Outras, são repletas de experiências intensas e mudanças radicais.  Ao estimular pontos importantes do horóscopo natal,  o mapa progredido vai revelar esses diferentes momentos.
Uma das principais ferramentas nas previsões astrológicas, as progressões mostram os ritmos naturais da vida, assim como o estado emocional em determinada fase. Através delas, vislumbramos o desenvolvimento da semente original que é o mapa natal. Os trânsitos indicam as influências ambientais, os ventos cósmicos; as progressões representam o código genético individual e revelam o momento de plantar e o de florescer. Elas são, assim, bem mais pessoais que os trânsitos, pois representa o crescimento interior de cada um, independente das influências externas.
Enquanto o trânsito é observável, as progressões são calculadas - elas não se referem ao tempo real, mas ao simbólico. De forma surpreendente, entretanto, funcionam tanto ou mais até que os trânsitos. Embora simbólicas, correspondem a fatos muito reais na vida.
Existe uma série de progressões, cada uma delas calculada de forma diferente. Mas todas se baseiam em um mesmo princípio: um período curto de tempo corresponde a um período maior. Nas progressões secundárias, por exemplo, um dia representa um ano. Um ritmo planetário natural, a rotação da Terra ao redor do seu eixo (um dia), corresponde a outro ritmo natural – a revolução da Terra em torno do Sol (um ano). Existe uma correspondência entre esses dois ritmos planetários, pois as fases de um ciclo são refletidas nas fases de outro.

Vale observar, entretanto, que  os trânsitos e progressões  apenas trazem à tona o que é prometido no mapa natal. Uma configuração poderosa não terá efeito caso não houver nele tal possibilidade. Por conta disso  é importante analisar primeiro o mapa natal e pesquisar quais as reações possíveis.

        O Sol tem a ver com as atividades da vida pública ou profissional, honra, reputação, as realizações e o lado positivo e masculino do trabalho.
A Lua é relacionada ao aspecto doméstico, moral, interior e emocional da vida, que é negativo e feminino.    
        Meio-do-Céu fala sobre as realizações, o lado público e as oportunidades que surgem. É a porta ou a saída para a auto expressão, cujas boas ou más direções abrem e fecham alternadamente. 
        O Ascendente se refere à vida pessoal e especialmente ao corpo físico e a saúde, e seus trânsitos e  progressões assumem um aspecto mais pessoal.
       Mercúrio estimula a vida intelectual e o intercâmbio de pensamentos.
     Vênus tem a ver com os afetos e dons artísticos, sendo  importante nas questões sociais, e grande estimulante em todas as formas de cooperação.
     Muito marcante na ação, Marte é empreendedor, revigorante e obstinado, com tendências que podem levar a conflitos, acidentes ou doenças.
       Júpiter traz prosperidade, oportunidade, bem estar, assim como inclinações religiosas.
Saturno é, por sua vez, uma forte influência de consolidação, com poderes de organização e construção. Traz, entretanto, privações e atrasa o desenvolvimento dos planos.
         Despertando ímpetos de mudanças e atitudes fora dos padrões, Urano traz uma tendência a romper padrões e a agir de forma diferente. Ele sacode e esclarece, indicando novas buscas e alternativas.
          Netuno atua de forma subliminar, no subconsciente e inconsciente. Pode trazer incertezas, confusões, dissolução, sentimentalismo e idealização.
Plutão destrói para renovar, obrigando a eliminação de problemas arraigados. O planeta tem um lado duplo e oculto e pode mostrar duas faces, seu  efeito é oito ou oitenta. Só destrói para construir, eliminando o que está decadente, defasado ou inútil.


Website Builder provided by  Vistaprint