Astrologia e Tarô  - Visconde de Mauá

     Quando Plutão forma por trânsito aspectos com pontos importantes do mapa natal costumamos enfrentar situações fora do nosso controle. A sensação de ter sido traído faz parte deste processo plutônico e a traição pode acionar algum complexo nosso escondido no fundo do baú.
     É comum esperarmos algo de outra pessoa, que  se revela, num trânsito de Plutão, completamente diferente do esperado. Podemos ser enganados, humilhados ou decepcionados por alguém, já que as expectativas em relação aos outros não correspondem à realidade.
     Entretanto, a experiência da traição costuma nos tornar mais espertos. Tudo o que sentimos - raiva, impotência, humilhação - faz com que encaremos a vida e a natureza humana como são de fato e não da forma como imaginamos.
     Plutão   traz a consciência de que estamos sós. Sentimos raiva do abandono pois ele revela nossa solidão. Mas sem a capacidade de viver  sozinhos somos obrigados a contar com os outros para sobreviver, gerando ressentimentos pelo poder que exercem sobre nós.
    Durante um trânsito de Plutão percebemos, muitas vezes de forma dolorosa, o que não desenvolvemos em termos de auto suficiência e auto estima. Nossas definições sobre amor e relacionamento costumam passar por grandes mudanças nessa fase, nos tornando mais profundos, realistas e maduros.
     Quando Plutão transita um ponto importante do mapa questões relacionadas ao poder podem vir a tona. Sem poder somos forçados a viver segundo as regras dos outros, o que pode ser difícil, gerando medos inconscientes que ampliam as ameaças ao próprio poder, causando reações defensivas ou agressivas.
     Algumas pessoas estabelecem para si mesmas um padrão de estagnação. Perde-se o poder quando se permanece em situações/relações não produtivas e que drenam a energia. Sabota-se a própria posição quando se cede o poder aos outros.
     O uso mais eficaz do poder e quando ele é direcionado para o plano interior. Num trânsito de Plutão o crescimento e a transformação interna são mais importantes que os resultados externos, por isso ocorre um distanciamento em relação ao que os outros pensam.
     A experiência do poder pode também ocorrer através do conflito. Podemos ter que nos defender de ataques de alguém controlador ou raivoso. A tomada de consciência sobre as táticas manipulativas alheias (muitas vezes inconscientes) é de grande ajuda nas fases plutônicas.
     A consciência psicológica traz poder. Bom trânsito para estudar psicologia e fazer terapia. Saber lidar de forma efetiva com o poder em vários níveis é a marca registrada  de Plutão.
    
    
    
Website Builder provided by  Vistaprint